Música e Cultura na Irlanda De James Joyce

Música e Cultura na Irlanda De James Joyce - Tolentino,Magda Velloso Fernandes De | Nisrs.org Leia o livro diretamente no seu navegador. Baixe o livro em formato PDF, TXT, FB2 em seu smartphone. E muito mais em nisrs.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Tolentino,Magda Velloso Fernandes De
DIMENSÃO
4,51 MB
NOME DO ARQUIVO
Música e Cultura na Irlanda De James Joyce.pdf
ISBN
2511412950258

DESCRIÇÃO

"Em Música e cultura na Irlanda de James Joyce revela-se uma tentativa de demonstrar como Jesse autor enxergou a Irlanda e uma nacionalidade emergente durante o período conturbado da(s) guerra(s) (tanto a I Guerra Mundial quanto as revoltas armadas que tentavam libertar a Irlanda de um jugo de 800 anos imposto pela Inglaterra) e como deixou transparecer esses problemas em suas obras. Para comprovar essa hipótese, este livro apresenta um confronto das produções literárias e culturais antes e durante o tempo em que Joyce escrevia, assim como aborda outros aspectos culturais que ajudaram os irlandeses a construírem sua ideia de nação, analisando com detalhes as canções e baladas populares, fundamentais pela importância que sempre tiveram na vida do povo irlandês.Há aqui detalhes sobre o desenvolvimento das produções artísticas populares, tomando como base o momento, no final do século XVIII, em que essas canções e baladas começaram a ser cantadas em língua inglesa – no princípio em tradução do gaélico, mantendo o ritmo, a sintaxe e a sonoridade da língua original, depois com criações já em língua inglesa. Há canções de todo tipo e formato, desde as baladas românticas, passando pelas canções do exílio, pelas jocosas, pelas de confronto com os donos de terra, até as declaradamente políticas, com exaltação aos mártires de revoltas e levantes e as de despedida dos soldados, maridos e amigos que são levados para a prisão ou executados. As canções proliferavam mais e mais a cada evento político e/ou violento ocorrido no país.Este livro é um produto de todas as leituras, teóricas e não teóricas, ficcionais, poéticas, fílmicas, teatrais, existenciais e todas as outras que tenho feito durante a vida. Certamente há uma linha teórica específica que me norteia, e dela tratarei no interior dos capítulos. Na verdade, para mim, o texto é como um rio que corre suavemente para o mar: a teoria são as águas profundas que dão impulso às ondas da superfície, que é o texto. É o volume total das águas que leva o rio a correr, mas quem o contempla só enxerga as águas da superfície."

(Terenure, Irlanda, 2 de fevereiro de 1882 — Zurique, Suíça, 13 de janeiro de 1941) Escritor irlandês nasceu em 1882, no subúrbios de Dublin, e morreu em 1941 em Zurique. A cultura irlandesa assenta em fortes raízes celtas.Na cultura irlandesa, destacam-se os escritores Jonathan Swift e Oscar Wilde, para além dos quatro Nobel da Literatura: George Bernard Shaw, W. B.

Yeats, Samuel Beckett e Seamus Heaney.Apenas um irlandês ganhou o Nobel da Física, por Ernest Walton, em 1951. William Thompson, por sua vez, era um famoso inventor, fundador da termodinâmica ... Ulisses, de James Joyce, é, talvez, uma das obras literárias mais famigeradas da modernidade.

LIVROS RELACIONADOS