Videogame - Usando e Abusando Dos Jogos

Videogame - Usando e Abusando Dos Jogos - Mallinos,Jennifer Moore | Nisrs.org Leia o livro diretamente no seu navegador. Baixe o livro em formato PDF, TXT, FB2 em seu smartphone. E muito mais em nisrs.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Mallinos,Jennifer Moore
DIMENSÃO
6,46 MB
NOME DO ARQUIVO
Videogame - Usando e Abusando Dos Jogos.pdf
ISBN
8990889722742

DESCRIÇÃO

Os vampiros do vídeo estão à solta novamente! E ninguém melhor do que Rafael para saber que tudo em excesso nem sempre é bom, principalmente quando se trata de jogar videogame. Obcecado por vencer, Rafael se torna a próxima vítima dos vampiros do vídeo. Eles sugaram não somente a energia do garoto, mas o transformaram em um zumbi solitário, com rosto pálido e olhar vazio. Será que Rafael vai deixar que esses vampiros acabem com sua vida? Ele se esquecerá de tudo o que é importante, como a escola, os amigos e a família? Ou será que ele encontrará uma maneira de dar um fim nessas criaturas assustadoras?

[1] [2] [3] Porque jogos NÃO deixam as pessoas mais violentas Quanto à afirmativa de que jogos deixam as pessoas agressivas, uma grande parte dos casos citados pela mídia nos últimos anos foram enviesados, ocultando informações como abusos domésticos, histórico de agressão e comportamentos violentos.Um documento que refuta a tese de que jogos de videogames e comportamentos violentos estão ... Crianças: vício em jogos danifica o cérebro tanto quanto álcool e drogas No Reino Unido tem sido cada vez mais comum os pais procurarem clínicas para tratar compulsão dos filhos para games www.extra.com.br Para evitar esses problemas na coluna é sempre importante dar uma pausa no jogo para se alongar, porém, o ideal mesmo é não ter horas e horas de jogo, mas um curto período para tal. O que buscamos com esse post é relatar e alertar que o videogame pode ser extremamente prejudicial quando utilizado em excesso. Quem vivenciou os tempos de ouro das gerações 8 e 16-bit, entre os anos 1980 e 1990, sabe bem o que esperar de Cyber Shadow.

Em janeiro de 2018 foi anunciado que o transtorno de vício em games seria incorporado como doença pelo 11º Catálogo Internacional de Doenças (CID-11). No relatório publicado pelo The Hollywood Reporter, ‎‎os clientes alegam que a empresa não mantém seu domínio sobre o mercado oferecendo preços melhores na Steam, mas o faz abusando de seu poder para exigir que os desenvolvedores entrem no que é conhecido como uma cláusula "Nações Mais Favorecidas". ‎"A Steam, da Valve Corporation, é a plataforma dominante para ... Ou um jogador pode usar dinheiro de verdade para comprar uma espada virtual ou uma parte da armadura, ou abusar do cartão de crédito para turbinar o jogo o seus personagens.

LIVROS RELACIONADOS