O Livro Dos Abraços

O Livro Dos Abraços - Galeano,Eduardo | Nisrs.org PDF, TXT, FB2. ePUB. MOBI. O livro foi escrito em 2021. Procure um livro sobre nisrs.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Galeano,Eduardo
DIMENSÃO
12,35 MB
NOME DO ARQUIVO
O Livro Dos Abraços.pdf
ISBN
6772401441753

DESCRIÇÃO

“Os grandes escritores caminham na corda bamba e arriscam o pescoço em cada palavra. Em Memória do fogo, Galeano foi um acrobata vitorioso. Em O livro dos abraços, se desprende da corda e levita.” - Alan Ryan, The Washington Post Tratar a memória como coisa viva, bicho inquieto: assim faz Eduardo Galeano quando escreve. Sua memória pessoal e a nossa memória coletiva, da América. Quando escreve, ele mostra que a história pode – e deve – ser contada a partir de pequenos momentos, aqueles que sacodem a alma da gente sem a grandiloquência dos heroísmos de gelo, mas com a grandeza da vida. Assim é este O livro dos abraços. Em suas andanças incessantes de caçador de histórias, Galeano vai ouvindo tudo. O que de melhor ouviu ele transforma em livros como este, onde lembra como são grandes os pequenos momentos e como eles vão se abraçando, traçando a vida. Abra este livro com cuidado: ele é delicado e afiado como a própria vida. Pode afagar, pode cortar. Mas seja como for, como a própria vida, vale a pena.

Ou seja, por si só, o livro já é um abraço para mim. Dizem os filósofos que a vida é feita de pequenos momentos. Escrito no exílio e ilustrado pelo autor, O Livro dos Abraços reúne memórias e sonhos, fábulas que entrelaçam o real e o fantástico, crónicas indeléveis das trivialidades, das gentes e dos seus costumes, da política e dos seus mártires, do amor, da guerra e da paz. "O Livro dos Abraços" (El Libro dos Abrazos) é uma das obras mais conhecidas do escritor uruguaio Eduardo Galeano, e foi publicada em 1989.Trata-se de uma colectânea de deliciosos contos, pequenos e singelos, acompanhados de diversas ilustrações seleccionadas pelo autor, que podemos encontrar à medida que percorremos as páginas do livro. Tratar a memória como coisa viva, bicho inquieto: assim faz Eduardo Galeano quando escreve.

Em suas andanças incessantes de caçador de histórias, Galeano vai ouvindo de tudo. O que de melhor ouviu ele transforma em livros como este, onde lembra como são grandes os pequenos momentos e como ... O sistema, que edifica a pirâmide social escolhendo pelo avesso, recompensa pouca gente.

LIVROS RELACIONADOS