Mikhail Bakhtin

Mikhail Bakhtin - Renfrew,Alastair | Nisrs.org Temos o prazer de apresentar o livro . em PDF, TXT, FB2 ou qualquer outro formato possível em nisrs.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Renfrew,Alastair
DIMENSÃO
8,11 MB
NOME DO ARQUIVO
Mikhail Bakhtin.pdf
ISBN
6550461004573

DESCRIÇÃO

Bakhtin aborda a construção do sujeito humano, do sentido e da ética não apenas pelas lentes formais da filosofia ou da linguística, mas mediante, sobretudo, as lentes interminavelmente difusas da literatura. Ler Bakhtin fornece um espectro de intuições únicas e poderosas sobre o romance, ajuda-nos a expandir essas intuições em direções que excedem o escopo do romance ou até da literatura propriamente dita, contextualizando-a contra o pano de fundo do que Bakhtin chamará de o “universal” do dialógico. A natureza das fronteiras “entre” literatura e mundo, ou mais propriamente, o modo como esses e outros fenômenos se mesclam ou desconstroem inteiramente as fronteiras é o que torna ler Bakhtin uma tarefa que gera, quase sempre, recompensas inesperadas.O fenômeno que encampa e une os vários elementos da obra de Bakhtin, até mesmo mais que a literatura, é a linguagem. Seja no contexto da vida cotidiana, na boca de pessoas reais ou nas páginas de obras literárias, na boca dos não menos reais “autores e heróis” bakthinianos, a linguagem encarna e abre acesso às várias fases da experiência humana.

The Bakhtin Circle was a 20th century school of Russian thought which centered on the work of Mikhail Mikhailovich Bakhtin (1895-1975). The circle addressed philosophically the social and cultural issues posed by the Russian Revolution and its degeneration into the Stalin dictatorship. Compre os livros de Mikhail bakhtin, no maior acervo de livros do Brasil.

Drawing on the work of Mikhail Bakhtin and Emile Durkheim, Scepanski highlights the temporal aspects of these theorists' work to note the ways in which comedy manages the emotional and political intensities initiated by events like 9/11. Conversa com o professor Carlos Alberto Faraco. Os gêneros do discurso, de Mikhail Bakhtin1 A recente tradução de Paulo Bezerra do ensaio de Bakhtin Os gêneros do discurso (1952-1953) vem lançar nova luz à teoria dialógica bakhtiniana. Embora o tradutor já tenha traduzido este ensaio que integra a coletânea Estética da criação verbal (2003), Mikhail Bakhtin , de Katerina Clark e Michael Holquist, tradução de J.

LIVROS RELACIONADOS