A História da (in)felicidade

A História da (in)felicidade - Schoch,Richard | Nisrs.org PDF, TXT, FB2. ePUB. MOBI. O livro foi escrito em 2021. Procure um livro sobre nisrs.org.

EM FORMAÇÃO

AUTOR
Schoch,Richard
DIMENSÃO
10,20 MB
NOME DO ARQUIVO
A História da (in)felicidade.pdf
ISBN
6427948366813

DESCRIÇÃO

Mais de dois mil anos atrás, quando os gregos pensaram pela primeira vez no significado da sensação de bem-estar, a felicidade foi considerada uma virtude. Hoje em dia, é encarada como um privilégio. Somos influenciados por uma versão de felicidade muito mais simples que aquela adotada pelas culturas antigas. A obtenção do prazer material e a ausência de dor e sofrimento são suficientes para promover a falsa sensação de bem-estar. Indiferente à sabedoria acumulada pela humanidade ao longo dos séculos, a sociedade contemporânea perdeu a capacidade de compreender a natureza essencialmente moral da felicidade, conformada com prazeres efêmeros e a mera ausência de dor e sofrimento. Entre Platão e Prozac, a felicidade deixou de ser uma realização grandiosa do ser humano para se tornar um direito. Mas a realidade pode ser outra. Em A história da (in)felicidade, Richard Schoch argumenta que é possível enriquecer a existência humana por meio da compreensão das tradições religiosas e filosóficas sobre a felicidade, usando-as em favor próprio. Combinando entretenimento e autoridade intelectual, A história da (in)felicidade oferece o conhecimento necessário para enfrentar as dificuldades da vida moderna. Segundo Schoch, apenas por meio da redescoberta da filosofia de vida que começou com os filósofos de Atenas e com os sábios hindus será possível aprender como ser genuinamente feliz novamente.

Pode publicar directamente a imagem acima na sua rede social. Grave a imagem no seu dispositivo (computador ou telemóvel/tablet), e faça o seu post carregando a imagem a partir daí. A História da (In)felicidade [Richard Schoch] on Amazon.com.au.

Compare ofertas e economize! Felicidade pode ser definido por um momento em que há a percepção de um conjunto de sentimentos prazerosos. A felicidade é um estado durável de plenitude, satisfação e equilíbrio físico e psíquico, em que o sofrimento e a inquietude são transformados em emoções ou sentimentos que vão desde o contentamento até a alegria intensa ou júbilo. Mais de dois mil anos atrás, quando os gregos pensaram pela primeira vez no significado da sensação de bem-estar, a felicidade foi considerada uma virtude.

LIVROS RELACIONADOS